quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Se isolar do mundo está fazendo mais bem do que deveria fazer...
Talvez seja...
Só talvez ...
... porque se sentir só sendo só dói menos do que se sentir só sendo multidão...

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Se eu disser que eu te superei
É mentira
Se eu disser que te abandonei
Foi acaso
Se você acredita que consegui te esquecer, sinal que muito bem consegui me esconder
Ainda me pego ouvindo sua voz
Ainda choro lembrando das nossas madrugadas
Me faz falta ter alguém pra conversar
Alguém que com facilidade o assunto flua...
Faz falta
O seu jeito...
Mas sou orgulhosa demais pra deixar você saber.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Louise

Sonhei contigo hoje, acordei desesperada, chorando, com dor no corpo, com pânico...
Então me dei conta que você não pode mais me tocar, nem machucar.
Foi o alívio mais lindo que já senti em toda minha vida.
É bom não ter mais você aqui...

sábado, 19 de agosto de 2017

As vezes nos machucamos por amar demais
E por amar muito precisamos tomar decisões e escolhas que nos fazem sangrar de dor, mas que são as melhores pras pessoas que amamos...
Espero que vocês nunca passem por tudo isso que eu passo
Amar justamente duas pessoas que estão se amando
E ver que não há mais espaço pra você na vida delas
E assim sigo
Mais uma vez prometendo a mim mesma
Tentar
Nunca mais amar assim ...

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

É desesperador ter só essas merdas de poemas pra desabafar
É desesperador saber que ninguém sabe como realmente me sinto e o que realmente sou
Eu só queria deixar de sentir tanto.

Sophia...
A dias você não levanta daí...
Eu avisei pra você se afastar
E você continua indo cada vez mais fundo
E mais e mais e mais...
Por ao invés de se torturar você simplesmente não diz o que sente?
Porque insiste em mentir?
Sophia
Minha pequena
Não gosto de te ver viver assim

Alicia nunca seria mulher por completo
Não aquela a qual ele sempre desejara
As lágrimas não curam
Não nos tornam mais fortes
Mas...
Ajudam a esvaziar parte da dor
Alicia nunca seria o ser humano
Que ele desejara pra si
Mas foi bom enquanto durou não é mesmo?
Alicia nunca foi mesmo
Dona de si
Alicia se esvazia agora, que amanhã haverá bebidas para ti.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Como é difícil suportar tudo isso sem você
Sem saber que no fim da noite você vai estar sorrindo tentando me animar
Ou só me abraçando e me fazendo dormir
...
Como está sendo difícil chorar novamente apenas tendo as paredes como ouvintes...
Abraçar minhas próprias pernas não é tão acolhedor
Como está sendo difícil me manter viva
Mas faço por você
Estou com saudade Lucas...

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

- Oi, está aí?
- Sempre estou Sophia, está sozinha? Certo, sem pessoas, sem dor
- A dor sempre está aqui, mas pelo menos não machuco as pessoas com minhas energias ruins... Quero ficar no meu mundo... Uma vez eu havia conversado sobre como me machucava aquela atitude e agora ela se repetiu... Então talvez o erro seja meu em me machucar tão facilmente
- Talvez pequena...
- Acredito que borboletas sintam dor quando precisam estourar o casulo
- É sempre um processo difícil
- Ontem andei sem nem saber pra onde ia
- As vezes não acompanho seus pensamentos, me perdoe. Pode repetir?
- Melhor fugir do que dizer novamente e criar esperanças novamente, e de novo e de novo...
- Gosto de ouvir você Sophia
- Muitas pessoas gostam, mas poucas realmente escutam.
Sophia
Sofria
Mas sempre dizia:
Sou fria
Existem coisas do passado
Que desejamos mais do que tudo esquecer
E quando descobrimos que elas ainda estão vivas...
Nos assustando...
Machucando...
Nos sentimos fracos...
Eu odeio me sentir assim

domingo, 13 de agosto de 2017

As vezes falamos "tudo bem", só porque seria egoísmo vomitar nas pessoas nossos  monstros
Mas... sabe?
Estou Cansada
Cansada de sempre ser aquela que nunca é notada, a não ser quando precisam de algo...
Cansada de entregar alguém que gosto de mão beijada ... Porque sei que outras pessoas são melhores que eu...
Cansada de olhar pra mim e não encontrar nada que eu consiga valorizar
Cansada de chorar
Cansada desse ar
Cansada de ser tratada como segunda opção
Cansada de saber que a culpada sou eu, porque me tratam como penso merecer e então...
Depois vou-me torturando...
Na exaustiva dança da indecisão...
Sorria por fora Maria
Por dentro dor e escuridão
Estou cansada de mim...

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Não deveria doer, mas dói
E você confia em mim
Isso é bom
Não me sinto mal por me falar sobre outra pessoa
Me sinto mal pela insegurança de saber que não tenho muito a oferecer
E em questão de atrativo
Sempre sou
A amiga de reserva
Não deveria me sentir assim
Porque calejada já deveria estar
Mas me sinto...
Peço perdão por sentir mais
Do que realmente deveria

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Não escrevi sobre a dor
Porque dor é sempre dor
Escrevo agora sobre a certeza
De que aquele choro é sempre o mesmo
O que faz a gente pensar
"Passou, aprenda a lição"

quarta-feira, 26 de julho de 2017

E esse coração que dança mesmo sem música?
Na verdade música tem
E é bom ouvi-la
É bom saber que só eu sei a música que você faz nascer em mim
Esses sons que viram lembranças
E dá um gelo na ponta do estômago só de pensar em quando o som novamente vou ouvir
Você respirando enquanto dorme deitado em mim... é uma essência tão linda
Tão belo e doce...
Beleza... essa palavra é pequena perto de ti
Quisera eu parar o tempo ali
E ficar contigo assim
Ouvindo essa melodia que é você
Vendo esse colorido que você pinta em mim

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Tenho tudo do que preciso em você
Lealdade
Cumplicidade
Apoio
Acolhimento
Não sei porque me torturo em relações de amizades superficiais
Quando tudo que eu preciso tenho em você

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Prometemos não sentir nada
Prometemos fugir disso
Então fuja enquanto é tempo
Pare de esperar contato
E se ele chegar
Não se empolgue
respire
E lembre-se da promessa que fizeste

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Eu não tenho ninguém
No mundo todo
Não tenho ninguém
E nem me atrevo a ir ao espaço
Porque doi saber
Que lá também
Ninguém terei

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Preciso aprender a dizer não

- Não sei como reagir...
Sabe, por mais que até os deuses tenham me avisado...
Por que  diacho não consigo me afastar e me preocupo?
- Porque você é boa, e acha q fazer isso é fazer algo ruim

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Sophia...

Sophia?
Hey, minha Sophia
Estou preocupado com você
Anda alienada, perdida
Já soube da nova?
- Eu fui substituída
Ah minha pequena, então já soube
- Isso ainda vai doer pra caralho
Você não deveria falar isso
- Caralho?
Que vai doer...
Já está doendo
Você apenas é teimosa demais para ver
Já vos disse uma vez
"Sozinha veio, sozinha partirá"
Sophia?
SOPHIA
- Oi?
Querida... Estávamos conversando
- Fui substituída
E você não tem ninguém para lhe abraçar?
- Isso ainda vai doer pra caralho
Sophia, já falou isso...
Sophia?
Minha pequena olhe pra mim, estou falando com você...
- Fui substituída

É... Ninguém deveria ser.

Sinto muito

- Sentir muito não significa muita coisa!
Bom pelo menos agora você parece ter mudado o disco
- Oi?
Olá Sophia...
Volte logo.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Não irei dormir novamente...

Acordar sorrindo
Sem motivo algum
Espero conseguir manter isso hoje
Este frio na ponta do estômago
Como se até os pombos estivessem falando "bom dia Maria"
Espero ir dormir assim

quarta-feira, 7 de junho de 2017

terça-feira, 6 de junho de 2017

Tem sido muito recorrente a vontade de me rasgar de cima a baixo e ver minhas tripas saírem e ver se com elas essa maldita angústia vai embora

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Amar, mesmo quando não se quer

Você ainda me inspira
Ainda ando na rua e me lembro de você e assim
Como algo natural
E surpreendente
Me pego sorrindo
O círculo de palavras ainda é escasso
O ritmo descompassado de nossos passos ainda me assusta
Tudo bem, estamos em busca de uma cura
( e, sinceramente, não tenho pressa para encontrá-la​)
Tenho pra mim que relacionamentos são como as estações do ano
Sinto saudade do nosso verão
Mas sei que logo nossa primavera chegará
Me perdoe pelas folhas arrancadas brutalmente pelo outono
E que superficialmente curadas estão sendo reabertas e esfoladas por esse inverno rigoroso
Mas...
Sei que logo
Logo nossa primavera chegará
Você ainda me inspira
E isso é o que mais amo em você.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Outono

Senti-me além desse chão
E esse chão era eu
Em parte seca
Em parte flores
Contudo, sempre chão
Contudo, eu

Voltamos ao cume

Tenho uma habilidade incrível de não demonstrar o quanto estou mal
De dar sempre aquele mesmo sorriso vazio
Isso faz as pessoas acharem que não me importo
Sempre a velha mania
De deixar quem eu amo ou estimo ir embora
A mesma coisa sempre
A pessoa me conhece
Acontece algo que nos magoa
E depois ela diz que eu mudei
Que me mostrei ser algo que nunca fui
O curioso é que isso acontece justamente com pessoas que eu sempre me mostro 100% eu
Pessoas com as quais eu nunca pensei em usar máscaras
Elas me fazem prometer ficar
Sempre essas
As que me fazem prometer ficar
Elas são as primeiras a ir
Essa minha intensidade mata tudo de belo que a vida tenta me dar
Essa minha atrocidade sempre mata tudo de bom  que eu poderia ter
Não posso nunca mais me iludir
Pensando que um dia
Alguém
Vai
Querer
Fazer
Morada
Em
Mim

sábado, 27 de maio de 2017

Se eu quebrar a promessa
E ir embora desse mundo
Se eu ignorar o fato de que muitos vão sofrer
Simplesmente porque não quero mais sofrer
Estarei sendo egoísta demais?
E se eu disser que não me importo em ser?

quarta-feira, 24 de maio de 2017

O adeus de quem resolveu não ir

Essa canção é sobre aquele momento exato na vida da gente
No qual procuramos uma música, poema, ou qualquer coisa que possa nos consolar e tirar de nós não só a dor, mas a agonia de não ter controle sobre ela
E no final
Tudo o que fazemos é aceitar o silêncio
E nem lágrimas mais têm para sair
Nem voz mais temos para desejar alguém para nos ouvir
O que eu quero?
Quero sumir
Não só desse mundo
Não só do seu mundo
Quero fugir de mim mesma
Desse sentimento aqui
Eu só queria deixar de existir

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Você está me perdendo
Aos poucos vou-me afastando
Não me deixe ir
Segure minhas mãos
Mostre que precisa de mim aqui
Não se deixe enganar pela minha força
E meus sorrisos
Quando eu disser "tudo bem, entendo sua escolha"
Não se deixe cegar pelo meu falso conformismo
Você está nos perdendo
E nem sabe disso
E se sabe não sabe cm nós salvar
E isso está matando você
Sabemos exatamente onde vamos errar
E erramos mesmo assim
Meu erro
Foi desejar
Ter a nós só pra mim

Quando ela deixou de ser poesia para você?

Saudade

É curioso como algumas pessoas conseguem transformar um dia cinzento em um dia leve e bonito
E elas nem precisam fazer nada
Basta existirem
Como é possível alguém me amar assim?
Ah, amor...
Sobre amor
Agora sei bem o que é
E me dizes que ainda não me amas tudo o que queria amar
Amar você me mantém viva
E que vida linda tenho contigo
Me pego, cada vez mais frequentemente, pensando em uma realidade onde pudéssemos apenas respirar um ao outro
Eu me alimentaria do seu sorriso
Mataria minha sede no seu olhar
E não precisaria de mais nada além de nós...
Isso, "nós"
Em todas as relações é sempre "eu o amo" "ele me ama", eu nos amo.
Com você nem preciso escrever poemas
Por que só de falar seu nome, ou pensar em você, tudo poesia se torna.

Mulher, por que se submete a isso
Isso não é excesso de amor ao próximo
É falta de amor próprio

sábado, 20 de maio de 2017

Falta de amor próprio é não conseguir se sentir digna e merecedora de ser amada por alguém
E por mais que por dentro vc chore e berre "por favor ame só a mim"
Por fora vc diz "está tudo bem, se vc está feliz eu também estou"

Aquele momento
Aquele lapso de instante
Que você percebe que está cansada de ser única
De ser especial
Porque isso não garante nada
Não garante te tornar prioridade
Não garante te tornar eterna
Não te garante imortalidade
Na vida de quem pra você virou deus

Essa sou eu
Sempre empurrando quem amo pra outras pessoas
Outros abraços
Sempre doando minha felicidade
Para outros sorrisos

Como se não bastasse os cortes e torturas corporais
Ela possuía um vício deveras forte
Em se meter em relações​ totalmente doloridas e punitivas

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Comece a se preocupar, quando eu não mais escrever

Área hospitalar

Sophia...
Minha pequena
Não acredito que tentou voar sabendo que não possui asas
- Nem controle sobre minha própria vida possuo
E sentes...
Achas mesmo, digo, que controle sobre algo a fará feliz?
Ao acaso já não lhe disse que a simplicidade das coisas está no inesperado e incontrolável?
- Eu só não quero mais ter que ouvir minha voz, só não quero mais ter que ouvir minha mente, não suporto mais ter que dividir esse corpo comigo mesma

"você está distante"
É o que todos sabiam dizer
Mal sabiam eles a tristeza que a consumia
A dor que a sufocava
E a vontade enorme que ela tinha de sumir não só deles
Mas da sua própria vida

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Retorno

Dança menina das fitas
Onde estão suas fitas?
Te amarras novamente
Chega dessa liberdade superficial
Se despreze
Sofra a dor de ter que habitar esse copo
Se for pra se odiar
Faça isso de forma intensa
Chega de fugir de si mesma
Venha
Volte para meu mundo
Venha dançar comigo novamente
Beije meus lábios
Se alimente de mim
Você não precisa deles
Você não precisa de ninguém
Venha menina das fitas
Se perca aqui.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Te atrai
Te faz prometer ficar
Te faz prometer amar
E quando ama
Te fere
Te parte
E te culpa
Porque não amou com deveria

sexta-feira, 28 de abril de 2017


- oi...
- Sophia? Tão raro ouvir sua voz
- Decidi tomar um passo dessa vez
- E como foi?
- A principio bom
(Sophia chora)
- Minha pequena, deveras estar acostumada ao seu dom
- Maldição
- Que seja, sabes que com a mesma capacidade que tudo o que tocas torna belo, também tudo o que tocas adoece e morre
- Até quando vou matar tudo o que amo para me manter longe? Porque sempre assassino minhas felicidades? E é por isso que não quero mais... Não sei porque fui ouvir seus conselhos
- Se bem notar, nunca me ouvistes
- Seguirei esse conselho.
E assim atirou-se para além do oceano.

Me perdoe escrever tanto
É só que estou tentando manter a promessa de não desistir da vida
Só que falar aqui não tem ajudado tanto quanto antes
Saber que outras pessoas também se sentem assim
Não me consola mais
Eu estou perdida novamente
E em cada desencontro
Me afundo mais
E quanto mais afundo
Menos quero subir
Me deixe aqui
Desista de mim

Quando ele me deitou no chão frio do banheiro, tampou minha boca, se enfiou em mim, e depois foi embora
Me largando suja de sangue, com dor e abandonada
Eu achei que aquela seria a pior dor da minha vida, ter confiado demais em alguém que traiu meu amor.
No entanto... Hoje quando disse algo que feriu alguém que eu amo, descobri a maior dor que eu poderia ter.
Pedir perdão jamais será o suficienfe.

A vontade que dá é de pegar uma arma e sumir

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Jabuticabas

Quando eu tinha uns 10 anos, descobri ser capaz de escalar o pé de jaboticabas da minha tia, descobri que as do alto, aquelas que são beijadas mais frequentemente pelo sol e chuva, são as mais deliciosas.
E por dias, quando eu não estava lá comendo-as, me esforçando pra ir cada vez mais alto e tentando alcançar os melhores pontos, eu estava em casa pensando no sabor das jabuticabas.
Eu sabia que poderia cair da árvore, sabia que poderia azedar meu estômago, ou chegar um dia lá e elas não existirem mais... Mas eu as amava, e estava feliz por tê-las naquele exato momento...
Até quem em uma manhã ensolarada amanheci com minha barriga dura, dolorida e vomitando muito.
Eu havia me alimentado demais de jabuticabas.
Havia me alimentado por muito tempo só delas ...
Você tem sido meu pé de jaboticabas
Ou essa estação acaba, ou não vai sobrar mais nada saudável em mim.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Quando estava com ele respirava ele, e quando não, sobrevivia dos suspiros que sua presença a fez sentir. E muitas vezes até se perguntava: "será que ele pensa em mim?", mas a sensação de poder amá-lo sabendo que ele talvez não estivesse ali para amá-la eternamente, já a fazia bem. Não pensava nele com a proposta de ser os pensamentos dele, pensava nele porque isso a fazia bem, bem como nunca antes esteve. A fazia se sentir viva, e pela primeira vez na sua existência ela descobriu amar estar viva.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

"tu sabe que ama alguém, quando ela usa sua camiseta por alguns minutos e tu deixa ela la. Sem lavar, para sentir o cheiro dela"
Estou naquela fase
Em que vou postar varias coisas sem sentido algum
Só porque sei que ninguém lê isso aqui
Estou naqueles picos de
UHU TO VIVA
droga quero morrer

E eu achando que essa angustia nunca mais ia voltar

Domingo

Cada parte do meu corpo berra:
- Saudade sua
Cada vértebra de minha coluna suspira ao lembrar do seu abraço
E em meados ao caos
Uma tempestade de medo e insegurança
Meus lábios,  ainda que trêmulos, berram:
- Necessidade de ti
Meus cabelos ainda cheiram seu toque
Meus pés querem correr para ti
Meus dedos ainda sentem sua pele
Tudo me faz lembrar de sorrir
E essa ressaca de choro que hoje amanheci
Logo é invadida de uma paz...
Porque meus olhos bem te devoraram
E cada detalhe seu fazem eles berrarem:
- Vivo de amores por ti.

terça-feira, 11 de abril de 2017

A dor maior não é da facada que levas, mas sim o esforço e lento cuidado de ter que tira-la sem deixar com que os outros vejam o excesso de sangue escorrer...

terça-feira, 4 de abril de 2017

Aos tantos

Aos poucos, a poesia vai-se esvaindo de dentro de mim
Amar e não poder zelar por isso
É como colocar uma rara gota de água em uma rocha vulcânica
Aos poucos, meu olhar torna-se turvo
E a água não flui mais como outrora jorrava ao surgir
Aos poucos, noto que nos abandonamos um ao outro dentro do outro e deixamos em parte de existir
Aos poucos, o fardo foi aumentando e eu que já cantava pouco, desisto de interagir.
Aos poucos foi-se muito
E esse muito falta vai fazer aqui.
Não há dor, nem prantos
Nem felicidade, nem encanto
E essa monotonia de sentimentos é que faz de mim mesma os poucos versos que ainda insistem em expelir...

sábado, 1 de abril de 2017

Eu quero

Quero você pra sempre
Não precisa ser inteiro
Não precisa ser meu
Apenas quero te amar
E olha só
Amor existe mesmo
Com você não existe medo
E se existe ele parece uma pequena formiga tentando me fazer cócegas
Quero te abraçar tão forte que você encolha e caiba dentro de mim
Só quero você aqui
Nesse lugar que nunca ninguém pode entrar
Nesse meu jardim tão particular
Quero cantar Cícero pra você
Quero que cante pra mim
Como fez andando pelas ruas segurando minha mão
Nunca me senti tão protegida assim
Quero ler Pessoa com você
Quero ler pessoas com você
Quero falar sobre tudo
Quero ficar em silêncio
E quero, quero, quero muito
Que essa certeza de saber o que quero nunca fuja de mim

terça-feira, 28 de março de 2017

Algo estava mudando
Ela só não sabia o que
A possibilidade de perdê-lo a asustava mais do que a de amá-lo
Era muito sentimento novo de uma vez só
Eles ja estavam se acostumando um ao outro
E ela começara a sentir falta daquela nostalgia de "será? "
As incertezas sobre o quanto ele pensava nela durante o dia finalmente começaram a surgir  ...
Quer saber
Não quero mais escrever aqui

quinta-feira, 23 de março de 2017

E só agora sei como lhe chamar, meu mar (justo agora que nem meu és mais)

Talvez esteja fazendo um pouco de drama?
Estou
Talvez nada mude?
Sim, vai mudar
E eu vou prometer nunca mais me permitir chegar nesse ponto novamente?
Vou
Talvez eu acabe fugindo?
Não, não vou
Se eu queria escrever algo estupidamente lindo?
Demais.
Você é muito grande pra esse mundo
E esse mundo não evoluiu o bastante pra você meu amor
Como queria escrever algo belo pra você
Só que não vem, as palavras engasgam antes mesmo de se formarem
O choro não sai
Nem a merda do maldito choro se esvai
Essa é minha missão no mundo?
Curar a todos?
E quem vai me curar?
Me sinto como alguém num pós-cirúrgico que por hora vai e volta de um sono incontrolável.
Eu preciso realmente cumprir minha promessa
De passar a ver tudo de forma superficial
Porque pior do que ver alguém ir embora, é ficar com restos de promessas vazias, é ficar só com o resquício de que poderia ter sido tudo.
Mesmo com essa dor horrível que está sendo aqui
Eu nunca em toda vida tive tanta certeza de quem eu sou
Do que eu quero
E é por isso que se tornou difícil demais dizer esse adeus
E eu sou todo esse lapso, sou maré
A areia que recebe o mar
Completa-se nele
E ao amanhecer se conforma na saudade de vê-lo partir em paz.
"Você sempre está explodindo Maria"
É o que a maldita voz me diz
Eu só queria deixar de ser Maria
Alma, uma parte sua dessa vez, com o mar -ia

Eu avisei...

segunda-feira, 20 de março de 2017

Quando você encontra um vicio

Quisera eu poder te devorar, como tenho feito com cada palavra sua
Quisera poder ser o papel que suas suaves mãos tocam
De forma firme, porém cuidadosa
Para você poder escrever em mim sua forma de compilar o mundo, e quando olhasse para mim visse as suas partes mais belas reveladas através de mim
(e você tem esse dom, tudo o que seus olhos tocam se torna belo)
Quisera eu ser a caneta
Para escrever contigo
Compreender de forma empírica como você digere o mundo
Quisera eu ser o mundo que você precisa para habitar
Mesmo que não crie moradia aqui
Quero ser a sua cabana para os dias de inverno
Um refúgio forte pra te acolher
E passaria dias
Anos
Só te ouvindo (mesmo que nenhuma palavra saísse de você)
Adoraria conhecer os outros mundos que você já conheceu por ai
Quisera eu ser ar
E sobre ar
Antes respirar era só uma necessidade
Respirava para viver
Agora vivo para respirar você

sexta-feira, 17 de março de 2017

Eu não acreditava em milagres
Até você arrancar as coisas que mais odeio em mim
E transformá-las em algo belo
Que tipo de deus é você?

quinta-feira, 16 de março de 2017

o teorema de Alicia

Quando não falava com ele por horas, passava horas imaginando como seria estar falando com ele
Quando o imaginava sorrindo, sua alma sorria com um frescor incomum
Quando ele dizia que precisava falar com alguém no telefone, Alicia sentia inveja das orelhas tocadas por aquela doce voz
E ela ansiava por não precisar esperar ele voltar
Alicia não queria mesmo que ele nunca tivesse que ir

quarta-feira, 15 de março de 2017

O que houve Sophia, minha pequena
Ontem você não dormiu pensando nele
- Sabe, minha capacidade de enjoar das pessoas está acontecendo mais do que o normal
Já se cansou dele querida?
- Não sei... talvez só esteja muito cansada de mim

Ao menos mande notícia

Em meio a tantas aberrações de futilidades
Em tantos risos histéricos de necessidade por mais atenção
Eu encontrei você
A melancolia que faltava pra minha coleção

E somos velhos demais
E esse tal status não nos importa mais
E esses tais poemas que nos apraz?
É a pena e a tinta que nos satisfaz

E nem meu nome eu não sei mais
E nem por isso deixo de existir
Estou confusa e perdida aqui
E você foi a gota de realidade que pedi

Eu encontrei você
Se ao acaso me encontrar
Diga que estou com saudades de mim


domingo, 12 de fevereiro de 2017

A árvore de Alicia


- Sonhei com isso. A árvore, você... Eu
- Não vai cantar pra mim?
- Depende, será que merece?
- Talvez depois de um beijo?
E assim ele a puxou
Foi lento
Suculento
Bom
Ela sorria enquanto o via a desejando
Ele?
Não se sabe
Talvez nunca saberá
E na verdade nem queria saber
(em alguns momentos a ignorância é uma dádiva)
Nao importava
Ela queria mais
Mas
Jamais diria
"Me pede pra ficar"
Ela queria dizer
Nada disse
E então cantou uma melodia doce, triste, muito saudosa...
Mal sabia ela que havia transformado sua musica preferida em um poço de saudade e incertezas
Tempos depois, não cantaria nunca mais aquela canção
Alicia de forma cruel compreendeu:
"O que acaba com a gente nem é o ponto final, não são os três pontinhos. O que acaba com a gente é aquela sensação de que poderia aquele pontinho de interrogação ter sido uma bela exclamação..."

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017


o mundo precisa de mais amor
so que não nos ensinaram a amar...

Luto


"a vida é um sopro"
Não
A vida é uma sucção
Que a todo momento te suga
Tira de si as forças
Até você sugar algo
E quando se sentir satisfeito
Roubam de ti aquilo que você ainda estava prestes a conhecer
(os antigos chamavam isso de felicidade)
Palavra tão doce que a língua dança na boca quando a fala "fe li ci da de"
Se a vida é um sopro?
Já disse que não...
Sopro mesmo é a morte
Que assopra pra longe de ti
Tudo o que lhe fazia bem...
Ou talvez...
Talvez a vida seja mesmo um sopro!
Daqueles bem forte
Que te avoa para o tão indesejável fim
(para alguns nem tão indesejável assim)
A verdade é que você veio e se foi
E eu me sinto aqui
Sem saber como rotular
E afinal a gente nunca sabe definir, né?
Que diachos é essa merda aqui
Eu sinto que la no fundo algo tem...
Mesmo que na superfície não se possa ver ninguém
E pago bem aquém
Conseguir de mim isso tirar
E antes que brote
Cresça e floresça
Eu quero abortar.

E se a singelez da margarida for melhor que a sedução da rosa? (Frase Rodrigo; Desenho Maria Luiza

E se a singelez da margarida for melhor que a sedução da rosa? (Frase Rodrigo; Desenho Maria Luiza
Clique na imagem e conheça meu diário de sonhos